Cada poesia carrega um brilho, um toque singular e é capaz de provocar emoções únicas em diversas pessoas diferentes. Para uns ela pode causar alegria e para outros, o mesmo poema é capaz de encher o coração de melacolia. De modo que é quase impossível, portanto, escolher quais são as melhores poesias já publicadas na nossa Literatura Brasileira.

Ainda assim, um grupo de jornalistas,  escritores, críticos e professores aceitou o desafio e elencaram quais seriam os 10 maiores poemas de autores brasileiros de todos os tempos.

A lista reuniu 24 poesias mais citadas entre 40 indicações totais.

Confira abaixo quais foram 10 mais votadas:

1 – A Máquina do Mundo (Carlos Drummond de Andrade)

2 – Vou-me Embora pra Pasárgada (Manuel Bandeira)

3 – Poema Sujo (Ferreira Gullar)

4 – Soneto da Fidelidade (Vinícius de Moraes)

5 – Via Láctea (Olavo Bilac)

6 -O Cão Sem Plumas (João Cabral de Melo Neto)

7 -Canção do Exílio (Gonçalves Dias)

8 – As Cismas do Destino (Augusto dos Anjos)

9 – As Pombas (Raimundo Correia)

10 – Invenção de Orfeu (Jorge de Lima)

Por Thaís Cortez


Não precisar se esforçar-se para nada

Nem tentar compreender

Com boa educação

bons cidadãos podemos ser

 

Quantas almas nos rodeiam

Com um olhar tão bom

Com a melhor intensão

Alegrando-se com tudo que conquistamos

E sabem que a vida é repleta de oportunidades

basta acreditarmos nelas

 

Todos nós somos seres humanos

com nossas virtudes e debilidades

Mas precisamos saber ser gente

Saber perdoar as nossas falhas

E não só ver o defeito do outro

 

Em verdade, é elegante ser gente

sobretudo quando o coração

Bate mais depressa e com amor

Deixando falar a emoção


Olhe para a vida

com os olhos de novo amor…

Sinta a paixão

iluminando o cenário

dos teus passos cotidianos…

Sacode o que não for bom…

 e deixe a melancolia na primeira esquina…

Viver é bonito

quando se traz bem junto

do peito o emblema da esperança

Há um sorriso novo se preparando

na boca da noite

e o abraço de um novo dia

te esperando…

Reinaugure a vida e cada instante

Assim, viver vale a pena…


Se o que te revelei
não quisestes acreditar
nada adiantou e me enganei
tivestes medo de me amar

Se o teu olhar brincava
toda vez que me olhava
apenas me iludi
pensando que me amava

Se quis o destino
comigo brincar
que brincadeira cruel
por que fui te amar?

Se não tinhas certeza
das palavras que dizia
por que nos envolvemos
em momentos de alegria?

Porque recuou deste amor
e por medo de amar, me perdeu
e agora confessa que me amava
tarde demais para se arrepender
Agora quem não mais te quer, sou eu…


Cara quem é você?
Que tem tantos mistérios
Que vive seu mundo cheio de problemas
nos quais eu não sei
e nada me diz
e eu simplesmente querendo entrar no seu mundo
mas você muda de assunto
não deixando se quer
eu te ajudar

Cara quem é você?
Que me quer a sua disposição
Que não atende o celular
Que me deixa horas a esperar
que o telefone toque
para saber notícias suas

Cara quem é você?
Que mudou a minha vida
e simplesmente deixei a minha vida de lado
para viver a sua
para saber o que sente
para te ver um pouco mais feliz

Cara quem é você?
Tira esta tua máscara
não precisa se enconder
se revele por inteiro
Dispasse de corpo e alma
e viva o momento
se mostre para mim
para que eu te conheça
e saiba os teus medos
as tuas inseguranças
os teus sonhos
que quer poder compartilhar
mas primeiro me diz
Cara quem é você?

(Cristiane Souza Gomes)


De todo amor que te dei
Só desilusões recebi
De tudo que sonhei
Só tristeza vivi

Minha vida apenas passou pela tua
E você compartilhou de amor os sonhos meus
Você foi a minha loucura
O que ficou foi apenas um adeus

Você mentiu dizendo que me amava
Dizendo que só a mim queria
Enquanto pelas ruas outras olhava
E meu amor, você traia

Como pude acreditar que um dia
Poderia ser feliz ao teu lado
Se você sempre fez tudo errado
Nunca me dava alegria

E agora que acabou
Este doce engano
Digo que não mais te amo
Pois você pela minha vida
simplesmente passou

O sonho não existe mais
Não olhe para traz, acabou
De nós não existe mais nada
Apenas lembranças de momentos
Quando um dia você fez parte mim

(Cristiane Souza Gomes)


Certo dia, alguém mandou
escolher entre:
O amor
O sorriso
O perfume de uma flor
O orvalho das manhãs
A brisa do mar
E você
É claro que eu escolhi o amor
Porque sem você não compreenderia
O sorriso de uma criança
Não me deliciaria
Com o perfume de uma flor
Não enxergaria
O brilho das estrelas
Não sentiria
O orvalho das manhãs
Não apreciaria
A brisa do mar
E o mais importante
Não teria você perto de mim!

(Cristiane Souza Gomes)


Mãe
Não há ternura mais linda
Ternura, gestos e amor no olhar

Mãe
Pessoa que é gente e às vezes
até mesmo o próprio Deus

Mãe
Sonhos muitos sonhos navegam na tua praia
nessas areias quentes do teu carinho
Nessa mar repleto de amor e
nessa ondas de esperança
de poder sempre me banhar no teu afago

Mãe
Não há como expressar
o verdadeiro gesto
que imprima nele o teu nome
muitas palavras a significa
muitos a te procuram

Mãe
Mas só és tu a amiga que precisamos
Só és tu este verdadeiro sinônimo
que é simplesmente o amor
em forma de pessoa
Mãe…

(Cristiane Souza Gomes)


Quero compor para você
um carinho diferente
um beijo assim tão ardente
quanto as estrelas do céu

Dedicar-te os meus versos
escrever mil palavras
e compor uma canção
que fale de coração
e de todo o meu amor por ti

Quero doar-te o meu sonho mais lindo
Um passeio pela vida
Nós dois juntos compondo a nossa história
sem lágrimas de despedidas
esquecendo de tudo o que um dia passou

Quero te falar em versos
o que estou sentindo agora
um sentimento que outrora
jamais tinha sentido

Pra você revelo os meus segredos
E todas estas coisas que um dia
eu pensei ser utopia
paz, Deus, natureza e amor!

(Cristiane Souza Gomes)


Pare, feche os olhos e imagine
Um céu azul, o céu a brilhar
Um lindo riacho com suas águas claras
na margem a descansar
pássaros lindos a voar
crianças a brincar

Imagine um mundo em paz
o vento a soprar
no horizonte o sol se pôr
A luz que vem a clarear
e as estrelas a brilhar

Imagine…
Um casal de namorados
De mãos dadas a andar
felizes a conversar
e agora abra os olhos
porque este casal somos nós
e juntos podemos tornar
tudo verdade, basta acreditar
Porque não há realidade
mais linda do que o nosso amor…

(Cristiane Souza Gomes)




Em cada olhar…
uma esperança de volta

Em cada tocar…
um desejo
de amar e viver

Em cada beijo…
o sabor
de ser feliz
por estar com você

Em cada sorriso…
o amor abraça a felicidade
que contagia a nossa vida

Em cada amanhecer…
a saudade do dia feliz
que passei ao seu lado

Em cada anoitecer…
o travesseiro meu conselheiro
me acalma com a falta
que você me faz
nas noite inclaras

dançando, sorrindo e vivendo
o momento mágico de estar com você

(Cristiane Souza Gomes)


Quando te vi novamente aqui
não pude resistir por isso voltei
Voltei para relembrar os velhos tempos
Momentos de alegria e de tristeza
Tristeza de ver você partir
e alegria de te reencontrar
Reencontrá-lo depois de tanto tempo
Tanto tempo triste e sozinha
Sozinha pois mais ninguém encontrei
porque só você me faz feliz
Feliz porque você me compreendia
E me amava intensamente
Mas, de repente algo aconteceu
Você foi embora sem me avisar
E agora estou aqui
Nesse lugar de tantas lembranças
Para escrever estas linhas
E se você por acaso
passar por aqui de novo
certamente se lembrará de mim!

(Cristiane Souza Gomes)


Ontem, o passado na lembrança
algo que apenas aos poucos deixou de existir
Ontem, lembranças e mais lembranças
do que já se passou e o que nem chegou a passar
Ontem, sonhos idos embora
como ondas, num tempo que passa…
Ontem, maneiras de recordar
provas que ainda não deixou de amar
Ontem, marcas na lembrança
recordações, folhas amarelando
Ontem, deixa muitas pegadas no caminho
lágrimas caídas, rastros não apagados
Ontem, alegrias vividas, sonhos já sonhados
Ontem, lacrado nas paredes da memória
no museu da consciência
Ontem, o passado na lembrança
o tempo que nunca apaga
Ontem, provas que a vida passa
e passamos por ela
Ontem, basta apenas querer recordar
para vivermos novamente, na saudade…

(Cristiane Souza Gomes)


De repente

De repente tudo pode acontecer
Tudo pode surgir
Tudo podemos esperar
O imprevisível acontece

E surge quando menos esperamos
Fazendo parte da nossa vida
Seguimos caminhos desconhecidos

De repente
O mundo se envolve
Em torno do repentino
do inesperado…

De repente
palavra que resume
o futuro, o destino
o caminho a seguir

Mas tudo depende
de como construímos
o nosso presente

E de repente
sempre acontece
algo novo e nos faz mudar de rumo
O que nunca poderíamos imaginar
Surge e vivemos a realidade
não imaginável

De repente estamos aqui
e encontramos ali alguém
que nos fascina e encanta…

Tão de repente
olhos nos olhos
face a face
gestos e palavras repentinas
ditas e não esquecidas
e tudo acontece no de repente

E a história começa
e não queremos que tenha um fim
de repente

De repente alguém
agora faz parte da nossa vida
quem nunca esperávamos conhecer
de repente não mais que
de repente

(Cristiane Souza Gomes)


Houve

Houve um dia que nos conhecemos
Houve…
olhares
sorriso
acaso

Houve um dia em que caminhamos
Houve…
passos
vida
cansaço

Houve um dia que nos reencontramos
Houve…
nós
poesia
promessas

Houve um dia que houve um tempo
Houve…
horas
minutos
segundos

Houve um dia que nos aproximamos mais
Houve…
sonhos
desejos
esperanças

Houve um dia em que fomos felizes]
Houve…
palavras
alegrias
paixão

Houve um dia em que brigamos
Houve…
choro
tristeza
desencanto

Houve um dia que termimamos
Houve..
ilusão
memória
saudades…

não houve mais…
horas
minutos
segundos

Houve sim…
Houve um dia em que destruímos
o que havia de mais bonito em nós…

(Cristiane Souza Gomes)


João Ninguém vivia sempre assim
A procura de alguém
E saia por ai
Andava pelas ruas
pelas esquinas

Sozinho procurando alguém
João Ninguém
Queria amar
Como qualquer outra pessoa

Mesmo sendo um nada
Sonhava em ser tudo
com Alguém

Queria ter um motivo
Não queria mais caminhar sozinho
Queria sonhar com Alguém
Não queria mais ser Ninguém

Queria ser feliz
Queria tantas coisas
Sonhava tanto
Voava tão alto
que às vezes
tinha medo de cair

Pois sonhava
e vivia de sonhos
sonhos que faziam
ter um sentido a sua vida

João Ninguém sonhava
em ser Alguém
com Alguém ao seu lado

João Ninguém
Esperou tanto
Mas este Alguém nunca chegava

Mas João Ninguém
não perdia as esperanças
Quem espera sempre alcança
Alguém ou alguma coisa

(Cristiane Souza Gomes)


Se eu pudesse ler seus pensamentos
Estaria nele neste momento
E não teria perdão
Iria ler também seu coração

Iria saber de tudo que não sei
Iria ler tudo o que imaginei
E saberia sempre onde te achar
Iria de vez te enfeitiçar

Mas como nada posso
Fico aqui na incerteza
Fico contando com a sorte
E assim sem você fico presa
Morrendo de amor se isso for morte

Você aqui mas não está comigo
e fico aqui vivendo por viver
Se existe maior castigo
É não saber o que irá me acontecer

Mas se eu pudesse ler seus pensamentos
Tudo seria bem diferente
Porque por nenhum momento
Me tiraria da tua mente

Mas como não tenho estes poderes
sou apenas uma sonhadora
Que viaja em seus sonhos numa vassoura
E aonde for seguirei sem rumo e sem fim
Para saber se você gosta de mim!

(Cristiane Souza Gomes)


A noite chega e começa os meus sonhos
as angustias se revelam no silêncio
invade as almas
penso na minha existência
em quem sou…

Meu coração palpita
igual a uma criança
ativa e ingênua
as injustiças me revoltam
e a solidariedade me tranquiliza

Tento pensar em tudo
o que houve entre nós
na tua boca perdida na minha
nas tuas promessas de amor
É inútil a escuridão
passa diante dos meus olhos
e adormeço…

Na noite chuvosa acordo
assustada e me sentindo desprotegida
ando pelo corredores da casa
e sinto falta de tudo… de ti

Desesperada saio na chuva fina
procurando um pouco de você
corro e finalmente cansada caio
sobre a relva molhada e choro

Grito o teu nome… é inútil
parece que existe
apenas você dentro de mim

De manhã escuto os pássaros cantando
os raios solares batem sobre a minha janela
e acordo…
paro, penso e noto
que já é um novo dia

Vou escovar os dentes
e sem seguida me dispo
deixo a água percorrer o meu corpo
e inflingir a minha alma

Depois de todo este tormento
sinto a necessidade
de exprimir os meus sentimentos
mas se torna impossível
uma onde de insegurança me invade
só uma palavra consigo escrever:
EU AMO VOCÊ…

(Cristiane Souza Gomes)


Nós nos conhecemos, sorrimos
nos aproximamos
Foi romantismos, cores, poesias
flores e amores
Beijos, abraços e carícias
Te amei e você me amou?
Não sei…
Passos que passaram
palavras que ficaram
Foi riso e alegria que agora
me angustiam
Sonhos, realidades e fantasias

Volto a passear sozinha
pelos mesmos lugares
Mas não são mais os mesmos
Você não está aqui
Será que te perdi?

Procurei a tua mão
E não mais te encontrei
Ainda me quer? Não?
Foi sonho e ilusão
E eu? Amei em vão?

(Cristiane Souza Gomes)


Teu olhar…
Enigmático, misterioso
Te olhar…
Quero decifrar neles todos os seus segredos
Teu olhar…
Que às vezes desvia fingindo não me ver
Teu olhar…
Possui o azul do céu
E a minha vontade de chegar até você
e derrubar esta barreira
que mesmo tão perto
às vezes me sinto tão longe de ti
tão longe da tua vida
e tão perto do teu olhar
Teu olhar…
Esconde no seu brilho
Todos os meus sonhos escondidos
e refletem os meus olhos
que querem você
e chamam por você
sem ao menos você notar
Teu olhar…
Quero através dele tentar descobrir
quem é você?
Saber da tua vida
Saber o teu nome
Saber um pouco mais
que esta incerteza
de um olhar
que pode estar escondendo tantas coisas
tantos sonhos
Teu olhar…
esconde a tua alma, os teus segredos
Teu olhar
Que diz tanta coisa
sem dizer se quer uma palavra
Teu olhar…
Talvez seja um sonho meu
Mas um dia quero
que este olhar nos aproxime
que um dia me diga
tudo o que sonhei
teu olhar…
que irá trazer um dia…
você pra mim…

(Cristiane Souza Gomes)


Hoje achei que tinha ouvido
a tua voz
E quando eu me virei
para dizer que te amava
Foi aí que compreendi
que era só a minha cabeça

E cada vez que o telefone toca
Peço a Deus que seja você
Eu sinto a sua falta
Nã há outra maneira de falar isso
E eu não posso negar

Tenho que reunir os meus sentimentos
novamente…
É tão fácil de ver que você
ainda faz parte de mim
E agora vivo assim perdida
Querendo me achar
Novamente em seus braços

Fico imaginando nós dois juntos
novamente…
Mas fico triste ao cair na realidade
não é mais assim…
Talvez tenha sido um sonho
Um sonho lindo
Em que um dia
No livro da minha vida
Voce foi uma página
Que marcou a minha história

(Cristiane Souza Gomes)


O sol existe…
Mesmo que pareça tão longe
Mesmo que pareça o dia tão escuro
Mesmo que as nuvens o encubram
O sol existe…
Devemos procurar
Mesmo que nos pareça difícil
Mesmo que não consigamos enxergar
Mesmo que as dificuldades tomem
conta das nossas vidas
Mesmo que pareça não haver solução
O sol existe…
E irá brilhar para você um dia
Mesmo que demore um pouco
Mesmo que você feche a janela
e se tranque no seu quarto a chorar
O sol continua a brilhar
e a embelezar a Terra
Não devemos nos preocupar
com as incertezas da vida
Sabemos que existem muitas trovoadas
Mas um dia o sol aparece
Um dia você sorrirá e dirã:
Que lindo dia!
Mesmo que ninguém perceba
Mesmo que você não perceba
O sol brilha para você
A vida está torcendo por você
É só não importar
com as tempestades da vida
ela não vai te derrubar
Se quiser chorar, chore
Se quiser amar, ame
Mas deixe o sol brilhar
acredite no amanhã
sempre existe uma esperança
pra tudo existe um caminho
mesmo que a sua caminhada
seja difícil mais tortuosa
mesmo que tenha muitas pedras
Mesmo que no seu caminho tenha
muitas nuvens negras e tudo esteja
nublado, encoberto
mesmo que você não evja mais o sol
na sua vida
Tenha certeza que ele existe
um dia você o encontrará
e viverá toda a alegria do momento
E dirá para si mesmo
Valeu a pena esperar
O sol existe
A felicidade existe…

(Cristiane Souza Gomes)


 

Quando passa o encantamento
De um amor que nos devora
Fica solto o tormento
E nunca mais vai embora

Já tive amor em teus braços
Deslumbramentos te deixei
Mas perdi os teus passos
E nunca mais te encontrei

Tola sou hoje confesso
Sem remorso e sem rancor
Só uma coisa te peço
Nunca mais fale de amor!

(Cristiane Souza Gomes)


Eu nasci meio louquinha
Cresci meio doidinha
E nas loucuras da vida
Aprendi a gostar das coisas belas

Inclui a poesia para refletir
Tentar sumir
Ter o meu mundo

Entre versos e rimas
Aprendi a amar
Ver além da vida
Enxergar não só com os olhos
E sim com o coração

(Cristiane Souza Gomes)


Sim, saudade
de tempos que passaram
de coisas que se foram
dos momentos que jamais
voltarão a existir
novamente…

Saudade
Das horas tristes e alegres
Dos risos, das brincadeiras
Do seu sorriso sincero
Do seu olhar sem maldade
Do carinho, da nossa cumplicidade

Saudade
É uma palavra que explica tudo
Sem compreender direito este aperto
no peito que sentimos
não mais que isso, apenas saudade…

Saudade
É sentir vontade de fazer o tempo voltar
É sentir o desejo de voltar aqueles tempos
voltar a sentir o mesmo sentimento

Saudade
É relembrar o passado
É rir sozinha revendo fotos
É se entregar na imaginação
É reviver os mesmos caminhos
que um dia juntos passamos

Saudade
De repente uma lágrima desliza em meu rosto
Só a saudade e eu
perdida nos meus pensamentos
querendo ficar só
para voltar no tempo e simplesmente
recordar…

(Cristiane Souza Gomes)


Viva, lute, faça!

Viva o hoje sem remorsos de ontem
Sem pensar no amanhã
Não se culpe de nada
Só se arrependa do que não fez

A vida é apenas um segundo
Segundos de hoje seguidos do amanhã
O tão precioso momento que passa
Um passo para a eternidade

Liberte-se das amarras
Do pensamento, do rancor
Porque tudo passa tão rápido
Na verdade nada nos pertence

São apenas fatos que rolaram
pessoas que cruzaram o nosso caminho
Nada mais que isso

E que só restam as lembranças
Guardados na gaveta da mémória
E quando quiser abrir e recordar
Está lá, quando quiser

É tempo de saber quem é você
Só você faz a tua vida
Não seja apenas um expectador
Mas não procure encontrar as respostas
para tudo, às vezes só o tempo
poderá responder por você

Enquanto você estiver aqui ou lá
Encontrará tanta gente
Que deixarão um pouco de si
E levarão algo de você
Um sorriso, uma lembrança
ou momentos de felicidade
guardados para sempre…

Nunca feche os ohos diante do mundo
Nunca tente esconder quem realmente é
Saiba que tudo dura apenas um instante
E neste instante a eternidade

De uma vaga lembrança repentina
De tudo que passou um dia
Da sua história

E no final acredite
Tuda dá certo
Siga em frente, sempre
Sonhe, lute pelos seus ideais
Não passe a vida em vão

Não tenha vergonha de errar, de perder, de tropeçar
Levante, siga o seu caminho sem medo
Deixando apenas pegadas
Para nunca esquecerem de ti

(Cristiane Souza Gomes)


Árvores enfeitam os sonhos
dentro de bolinhas coloridas
um sonho de um mundo melhor
mais humano e mais fraterno

Acredito no espírito natalino
Onde devolve a todos a solidariedade
E seguimos com o exemplo
e a humildade do menino Jesus

Que nasceu numa manjedora
E o seu amor maior
salvou o mundo
e nos trouxe a esperança
para os nossos corações

Esperança de dias melhores
onde a paz irá reinar na Terra
onde todos os povos darão as mãos
e unidos cantarão a mesma canção natalina
de amor e paz a todos os homens
de boa vontade.

FELIZ NATAL!!!

(Cristiane Souza Gomes)


Herói Urbano

Seria apenas um herói
Que ri de si mesmo diante do espelho
E tem medo de sentir medo do escuro
Os heróis saem de revistas, das telas, podem tudo
Até mentir, até fugir
Esse herói de que falo gosta de brincar com os animais
Gosta de correr na chuva e comer pipoca
Ama a lua e os sons suaves
Dorme cedo porque tem que trabalhar no outro dia
Meu herói não tem capa nem fantasia
É basicamente humano
Sente frio, fome, prazer
Meu herói também chora
E tem noites que os seus pensamentos também o incomodam
Mas ele não quer fugir disso
Enfrenta de frente, não perde a esperança
Dias melhores virão, ele sempre diz
Mas às vezes ele chora baixinho, solitário
E não deixa ninguém saber
Ás vezes menino, ás vezes maduro
mas sempre com um sorriso no rosto
Sabe quando calar e o quê falar
e o quê realmente precisamos ouvir
Meu herói tem um olhar puro e bonito
É apenas um herói plebeu, sem bandeira
Um herói anônimo como tantos por aí
Um herói que não sabia que era herói
Porque por mais incrível que pareça
Ele nunca quis ser um herói
mesmo sendo a todo instante
Meu herói não saiu de revista
porque ele é real
mas que virou poesia
por ser simplesmente ele mesmo…

(Cristiane Souza Gomes)


Hoje, amanhã talvez…

Porque o tempo nos afasta?
Porque só tenho de você
lembranças do que não tive?
Porque tudo é tão incerto?
Porque o destino não faz nossas
vidas se traçarem na eternidade?
Porque viver na saudade, nas lembranças
num olhar sem volta?
Num beijo sem futuro
Porque você não pode ser meu, sem receio
sem ninguém interferir?
Porque nossos caminhos se afastam sempre?
Porque ser só amigos apenas?
Porque só nos encontramos sempre em olhares
rápidos com medo de alguém ver?
Porque tem que ser assim… nosso amor tão
mal entendido?
Porque se temos uma esperança mal vivida
e tão sonhada?
Porque você não assume que também gosta de mim?
Porque esconder este sentimento?
Porque esperar amanhã para resolver este caso
mal resolvido?
Porque você não toma nenhuma atitude
Só me resta esperar que você um dia se decida
ou o tempo decida por nós…
Hoje, amanhã, talvez…

(Cristiane Souza Gomes)


Pare!
Pare por um minuto desta vida agitada
do corre-corre, do tumulto
E apenas olhe em sua volta…

Faça de conta que não existe guerras,
fome, crise e que a paz ainda existe

Pare! Pare tudo!
Olhe o sol como está lindo!
Todos os dias ele aparece para você
e você nem percebe
Será que anda tão ocupado assim?

Escute como canta lindo aquele passarinho
Ouça, preste atenção em sua melodia
É tão diferente destas músicas barulhentas
que você costuma ouvir todo o dia

Pegue uma flor, olhe bem para ela
E veja como parece tão sensível
Mas muito mais forte do que parece
Pois no meio de tanta poluição
ela ainda sobrevive e continua
a embelezar o planeta Terra

Pare! Mas não em nada, apenas no minuto
que está vivendo agora!
Este é o mais importante da sua vida
Onde quer que você esteja

Não pense que a vida é acumular riquezas
É ter conforto, bens materiais
Não viver é muito mais que isso!

Preste atenção no que está fazendo agora
Preste atenção em tudo ao teu redor
Você tem o hoje, o presente que Deus te deu
Agradeça por isso!

Olhe as flores, olhe o sol, o passarinho
E lembre-se que não está sozinho
Dê valor a sua familia, ao seu amor
Eles precisam de você, da sua atenção

Viva o presente e esqueça tudo o que passou
O ontem já lhe fugiu das mãos
O amanhã ainda não chegou
Viva apenas o presente
porque dele depende o seu futuro

Muitos não sabem o que é viver
Mas é simplesmente é usar o amor
como arma e a paz como escudo

E viva! O tempo não pára!
Viva! Nem que seja por um dia
Mas neste dia você verá que teve
mais valor do que todos
os outros dias de sua vida!!!

(Cristiane Souza Gomes)


Não quero apenas estar em teus braços
quero estar em sua vida
Não quero apenas os teus beijos
como bocas sem sentido
misturadas uma na outra

Num desejo louco e incontrolável
nos perder e nos sufocar
neste instinto animal
louco que nos devora

Não quero saciar apenas
o prazer do momento
Quero que você me entenda
e leia nos meus lábios
as palavras que eu nao sei dizer

Quero que conheça o meu intimo
Algo que o exterior não revela
Algo que o prazer não satisfaz

Quero o teu sentimento
Quero te entender
Quero você por inteiro
Tocar no fundo do seu coração

Quero você perto de mim
Quero sentir o que sente
Estar sintonizada em você

Não só pelo corpo que nos aproxima
E sim pelo coração que nos une
E nos torna um só
Um só espírito
Um só ideal
Um só amor

Quero você por inteiro
De corpo, alma e coração
Sem dizer onde ou a hora
Sem dizer o porquê
Sem medos, sem culpas

Desprezando em mim toda a timidez
Quero apenas dizer eu te amo
E me entregar a este sentimento
Tirando dentro de mim este medo de amar

Sem pensar no mundo lá fora
Mas saibamos o momento certo
Dos nossos corpos se encontrarem
E se encaixarem no mesmo sentido
E apenas nos deixar levar
pelo mesmo sentimento

Nas loucuras de uma eternidade
Que o desejo não sabe definir
Porque o desejo acaba
O amor fica

Não quero te entregar meu corpo
Quero te despir a minha alma
Tirando todas as barreiras
Que possa existir entre nós

Acabando com todas as muralhas
dos meus segredos mais íntimos
que para ninguém
eu fui capaz de revelar

Para você eu me dispo
te mostro além do que vê
em minha face
e me mostro do jeito que eu sou

Como uma criança desprotegida
que precisa muito de você
quero me entregar a este amor
O amor mais sublime dos mortais
A magia deste momento

Que ficará eternamente
Guardado em nossas vidas
Quero te dar o meu sentimento
E tudo que para você
Não sou capaz de esconder

Quero me perder em seus braços
E num ardente desejo
esquecer a minha existência

Quero perder-me em seus caminhos
e num horizonte me encontrar
Quero deixar o amor
Surgir cada dia mais
E cada vez mais lindo entre nós

Até chegar a hora
em que a magia do amor
deixar de nos envolver

Por isso brindamos o momento
que pra sempre nos una
e nos faça os seres
mais felizes e apaixonados
que possa existir
pela face da terra!

(Cristiane Souza Gomes)


Diga pra mim…
o que teu coração sussura em teu peito
talvez eu fale a mesma língua

Diga pra mim…
o que teus lábios não dizem
talvez queremos dizer a mesma palavra

Diga pra mim…
o que ficas pensando horas e horas
talvez a todo momento eu pense o mesmo

Diga pra mim…
Que também sonhas em ser feliz
talvez eu faça o possível para tornar realidade

Diga pra mim…
esta tua vida cheia de histórias
talvez eu me encaixe em uma delas

Diga pra mim…
esta tua incerteza e mania
que com certeza eu e você
daria mais certo
do que foi um dia

Diga pra mim…
desabafe o quanto quiser
jogue este mundo errado fora
que eu estarei aqui
para te trazer um mundo lindo de volta

Diga pra mim…
todas as tuas angústias e tristezas
que procurarei te ajudar
e tudo fazer para te ver sorrir

Diga pra mim…
mesmo que não quiseres dizer nada
que estarei aqui para decifrar o teu silêncio

Diga pra mim…
quando tudo parecer perdido
e não encontrares a solução
que estarei ao teu lado
só para segurar a tua mão

Diga pra mim…
tudo o que teus olhos dizem
porque os meus parecem
querer dizer o mesmo

Diga pra mim
quando a solidão o sufocar
porque neste instante
só eu poderei te consolar

Diga pra mim…
quando apertar a saudade
e quiseres viver um amor de verdade
teremos no mundo toda a chance
de nunca acabar o nosso romance

Diga pra mim…
quando quiseres um beijo
porque estarei aqui
para poder matar o teu desejo

Diga pra mim..
a qualquer hora, para eu não ir embora
e ficar mais um minuto
que ficarei todo o tempo do mundo
pra te ouvir…
pra te amar…
pra te entender…

(Cristiane Souza Gomes)


O vento veio de longe…
De lugares nunca imaginados
Veio do inesperado
Sem que ninguém imaginasse
Na verdade tudo
é tão imprevisível
Que às vezes os fatos
se tornam completamente
diferente do que um dia
pensamos que seria

E neste vento que sopra,
leva tanta gente
traz tantos sonhos
tantas esperanças

Um caminho, uma rota
que não sabemos
para onde irá
E simplesmente toma conta
das vidas humanas

De repente percebi
que neste vento
De algum lugar
me trouxe você

Que nunca imaginaria
em conhecer
Trouxe, sonho, fantasia, alegria
E apenas deixou a saudade

De fatos resumidos
e mesmo que o tempo queira
não consegue apagar

Deixa a saudade
mas não deixa você
Tudo veio tão rápido
E tão rápido o vento leva
tudo embora

Para tão longe
para mundos distantes
mas como eu queria
neste instante
me transfomar em vento

Eu seria a saudade
que entra no seu pensamento
Eu seria o vento
que toca a sua janela

Pra dizer que não te esqueci
E mesmo na distância
Esquero que um dia
O vento de novo te traga

Porque nada mais apaga
As marcas de um sentimento
Que um dia o vento levou…

(Cristiane Souza Gomes)


Não digas nada

Se alguém mergulhar tua imagem
no sonho e na poesia
Não digas nada…

Se fizerem de ti momentos
de um lindo sonho sem fim
Não digas nada…

Se em vez de alegria
te transformarem em pranto e dor
Não digas nada…

Se mesmo na distância
Estiveres aqui em pensamentos
Não digas nada…

Se deixares de existir
e passares a viver na lembrança
Não digas nada…

Diga apenas que em um dia
em momentos da tua vida
Fizeste parte de mim…

(Cristiane Souza Gomes)


Gaveta da Saudade…

No armário da minha vida
Guardei a tua lembrança numa gaveta
Hoje abri, estavas lá…
lá estavas, quietinho
sorrindo o teu sorriso puro
tinhas no olhar
O mesmo desejo de amor e paz

Tua imagem nítida
e teus olhos ternos cheios de luz
senti que não queria te esquecer
então resolvi aprisionar-te
onde só eu abrisse

A fim de quando quisera
Recordar todos os sonhos
que um dia tive
no armário

E assim guardei tua lembrança
numa gaveta
na gaveta da saudade
Hoje abri
e estavas lá…

(Cristiane Souza Gomes)


Nunca diga eu te amo
quando na verdade
não quer dizer

Não escreva palavras bonitas
apenas para impressionar
porque talvez
a pessoa acredite
E não queira ser apenas mais uma
a se decepcionar

Viva de maneira sincera
Não fuja, não minta
Não plante sonhos
Onde não se queira plantar

Não iluda!
Quem já cansou de sonhar
Ao dizer ¨Eu te amo¨
Não seja um leviano

Porque o tempo passa
As conquistas acabam
perdendo a graça
E as pessoas vão
E você fica
não sobrando ninguém

Para poder amar de verdade
Porque a sua realidade
Foi uma grande mentira!!

(Cristiane Souza Gomes)


Nada me impedirá de sorrir

Nem o medo, nem a depressão
por mais que sofra o meu coração

Nada me impedirá de sonhar

Nem o desespero, nem a descrença
muito menos o ódio ou alguma ofença…

Nada me impedirá de viver

Mesmo errando e aprendendo
Tudo me será favorável
Para que eu possa sempre evoluir
preservar, servir, cantar, agradecer,
perdoar e recomeçar…

Quero viver o dia de hoje
como se fosse o primeiro
como se fosse o último
como se fosse o único!

Quero viver o momento
de agora, como se ainda
fosse cedo, como se nunca fosse tarde…

Quero manter o otimismo
conservar o equilíbrio
e fortalecer a minha esperança…

Quero recompor minhas energias
para prosperar na minha missão
e viver alegremente todos os dias…

Quero caminhar na certeza de chegar
Quero lutar na certeza de vencer
Quero buscar na certeza de alcançar
Quero saber esperar para poder realizar
ideais do meu ser…

Enfim quero dar o máximo de mim
para viver intensamente e maravilhosamente
Todos os dias da minha vida!

(Cristiane Souza Gomes)

 

 


As lembranças do sonho vivido
Nas margens de um tempo perdido
Sonhos que um dia
Tiveram o mesmo sentido

A vida que antes era a mesma
Agora percorrem caminhos
inversamente opostos
E tudo que era lindo
De repente perdeu a graça

Não há mais sorriso
Você não está aqui
Só há tristeza
De tudo que ainda se lembre
Ou que o tempo apague
no despertar desta saudade

Que quer te trazer pra mim
Mas as razões não permitem
E tudo continua como antes
Como se nada tivesse acontecido

(Cristiane Souza Gomes)


Hoje acordei para não viver por viver
Pois em mim existe um porquê
Cada dia que passa
Mais e mais eu penso em você

E neste vento vazio
Que vem do acalanto
Até o mais tardio
Do teu amor estou esperando

Então nossa música há de tocar
Num raio, despertar
Pois a melodia sempre há de estar
Nos nossos corações

Estes que não batem por bater
Neste nosso bem querer
Na esperança de te rever
Em cada dia e amanhecer

(Cristiane Souza Gomes)


Te amo…
Te amo nos seus gestos
Te amo no seu sorriso
Te amo na sua voz
Te amo no que você é
Te amarei sempre em tudo

No ar que respiramos
No alvorecer da tarde
No crepúsculo
Te amo na chuva que cai
No sol que queima…

E quero para sempre te amar
Te amar nas minhas horas de tristezas
Pois sua lembrança só me traz alegrias
Quero te amar quando a felicidade chegar
Pois seu amor é a minha felicidade

E sou feliz enquanto te amo
Mesmo que o amor se torne um dia extinto
Faço questão de te amar e ser um ser em extinção
Mesmo o mundo me dizendo não
Mesmo que a luz do mundo se acabe e só exista trevas
Com meu amor quero te iluminar

E somente a vontade de Deus
Seria capaz de tirar todo esse amor
Que alimenta a minha própria existência
Este amor que mora dentro de mim
E me dá a certeza de te amar
Por toda a minha vida…

(Cristiane Souza Gomes)


Se tivesse me chamado para ouvir o som do vento
Eu navegaria na canção e ancoraria em seus braços

Se tivesse me buscado para olhas as estrelas
Eu me prenderia nos seus olhos para melhor vê-las

Se tivesse me levado a descobrir mistérios
Eu te diria segredos de amor e exploraria a mais pura essência

Se tivesse me feito uma jura secreta
Eu esconderia na alma e seríamos cúmplices

Se tivesse me convidado a beber licores
Eu adoçaria seus lábios com a minha boca e sentiria o gosto do desejo.

Se tivese falado desse amor que sente
Eu teria destrancado a porta para que entrasse para tomar posse do lugar que te pertence

Se tivesse cantado uma doce canção
Te olhando nos olhos, eu ficaria

Mas nada disseste, saio de cena
Guardo a minha espera como lembrança que farei do teu silêncio, despedida

Meu coração selvagem segue em frente sem pressa a buscar outras fontes para matar a sede que ele tem de vida…

(Cristiane Souza Gomes)


Tenho tentado entender
O que em você me atraiu tanto assim
Talvez este teu rosto bonito
Este sorriso lindo
Ou talvez este olhar enigmático…

Mergulho no infinito
Me desconcerto
Perco o chão
Me sinto insegura

Paro em frente a tela de um computador
E pareço enfeitiçada
Fixando uma imagem
Presa a um mundo virtual
Que eu não consigo mais sair…

E quero permanecer ali
Fixada naquele mundo irreal
Onde tudo parece inatingível
Inclusive você…

Tenho tentado fugir
Mas alguma coisa de paixão
Explode em mim
Como um vendaval
Invadindo meu sonho enclausurado…

Não domino mais meus sentimentos
Quero permanecer ali, teclando com você
Como se o tempo parasse
Como se nada e mais ninguém
Além de nós dois existisse…

Para mim tudo isso
É muito mais que uma fantasia
Deixo me envolver
Penso em você
Cada vez mais e em todo instante

Mordo os meus lábios
E sinto o sabor do seu beijo
Sem ao menos nunca os ter beijado!

(Cristiane Souza Gomes)


E além de tudo há você
Que é uma distância, um passado
Um desejo pesado
Recalcado e renascido
Em cada instante perdido
Que o tempo não conseguiu apagar
E além de tudo há você
Chuva, adubo a florescer meus sonhos
E além de tudo há você
A quem jamais terei
Embora procure anciosa
Entre os zumbis que enchem as calçadas
Entre os rostos guardados pelas janelas dos ônibus
Um germe no meio da multidão
Só nos bares há vida
E lá não há você
Só nas garrafas há seiva
Capaz de dar vida, voz e nome
A esses bonecos chamados homens e mulheres
Todos sedentos de tudo
Há solução e tristeza na noite
Lágrimas que não escorrem
Vozes que não são ouvidas
Pedidos de socorro em cada olhar
Busca frenética de afeto
Lembranças perdidas
Mas não tão vivas
Há a noite com estrelas e luar
Além de tudo há você
Mas você está além da muralha intransponível
Que marca os limites do possível

(Cristiane Souza Gomes)





CONTINUE NAVEGANDO: