Beija-me

Beija-me
não resista, não espere
não se engane, não fuja

Beija-me
Sei que me queres, não espere
o que importa é só isso
estamos no paraíso

Beija-me
Não precisa dizer nada
vem no silêncio, na calada
no meio da madrugada

Beija-me
Será que você não me entende?
Não fuja, não finja, não mente

Beija-me
Eu sei que você também me ama
Nada mais me engana

Beija-me
Vença logo seu desejo
Me dá logo um beijo!

(Cristiane Souza Gomes)


A noite chega e começa os meus sonhos
as angustias se revelam no silêncio
invade as almas
penso na minha existência
em quem sou…

Meu coração palpita
igual a uma criança
ativa e ingênua
as injustiças me revoltam
e a solidariedade me tranquiliza

Tento pensar em tudo
o que houve entre nós
na tua boca perdida na minha
nas tuas promessas de amor
É inútil a escuridão
passa diante dos meus olhos
e adormeço…

Na noite chuvosa acordo
assustada e me sentindo desprotegida
ando pelo corredores da casa
e sinto falta de tudo… de ti

Desesperada saio na chuva fina
procurando um pouco de você
corro e finalmente cansada caio
sobre a relva molhada e choro

Grito o teu nome… é inútil
parece que existe
apenas você dentro de mim

De manhã escuto os pássaros cantando
os raios solares batem sobre a minha janela
e acordo…
paro, penso e noto
que já é um novo dia

Vou escovar os dentes
e sem seguida me dispo
deixo a água percorrer o meu corpo
e inflingir a minha alma

Depois de todo este tormento
sinto a necessidade
de exprimir os meus sentimentos
mas se torna impossível
uma onde de insegurança me invade
só uma palavra consigo escrever:
EU AMO VOCÊ…

(Cristiane Souza Gomes)


Nós nos conhecemos, sorrimos
nos aproximamos
Foi romantismos, cores, poesias
flores e amores
Beijos, abraços e carícias
Te amei e você me amou?
Não sei…
Passos que passaram
palavras que ficaram
Foi riso e alegria que agora
me angustiam
Sonhos, realidades e fantasias

Volto a passear sozinha
pelos mesmos lugares
Mas não são mais os mesmos
Você não está aqui
Será que te perdi?

Procurei a tua mão
E não mais te encontrei
Ainda me quer? Não?
Foi sonho e ilusão
E eu? Amei em vão?

(Cristiane Souza Gomes)


Teu olhar…
Enigmático, misterioso
Te olhar…
Quero decifrar neles todos os seus segredos
Teu olhar…
Que às vezes desvia fingindo não me ver
Teu olhar…
Possui o azul do céu
E a minha vontade de chegar até você
e derrubar esta barreira
que mesmo tão perto
às vezes me sinto tão longe de ti
tão longe da tua vida
e tão perto do teu olhar
Teu olhar…
Esconde no seu brilho
Todos os meus sonhos escondidos
e refletem os meus olhos
que querem você
e chamam por você
sem ao menos você notar
Teu olhar…
Quero através dele tentar descobrir
quem é você?
Saber da tua vida
Saber o teu nome
Saber um pouco mais
que esta incerteza
de um olhar
que pode estar escondendo tantas coisas
tantos sonhos
Teu olhar…
esconde a tua alma, os teus segredos
Teu olhar
Que diz tanta coisa
sem dizer se quer uma palavra
Teu olhar…
Talvez seja um sonho meu
Mas um dia quero
que este olhar nos aproxime
que um dia me diga
tudo o que sonhei
teu olhar…
que irá trazer um dia…
você pra mim…

(Cristiane Souza Gomes)


Eu nasci meio louquinha
Cresci meio doidinha
E nas loucuras da vida
Aprendi a gostar das coisas belas

Inclui a poesia para refletir
Tentar sumir
Ter o meu mundo

Entre versos e rimas
Aprendi a amar
Ver além da vida
Enxergar não só com os olhos
E sim com o coração

(Cristiane Souza Gomes)


Não quero apenas estar em teus braços
quero estar em sua vida
Não quero apenas os teus beijos
como bocas sem sentido
misturadas uma na outra

Num desejo louco e incontrolável
nos perder e nos sufocar
neste instinto animal
louco que nos devora

Não quero saciar apenas
o prazer do momento
Quero que você me entenda
e leia nos meus lábios
as palavras que eu nao sei dizer

Quero que conheça o meu intimo
Algo que o exterior não revela
Algo que o prazer não satisfaz

Quero o teu sentimento
Quero te entender
Quero você por inteiro
Tocar no fundo do seu coração

Quero você perto de mim
Quero sentir o que sente
Estar sintonizada em você

Não só pelo corpo que nos aproxima
E sim pelo coração que nos une
E nos torna um só
Um só espírito
Um só ideal
Um só amor

Quero você por inteiro
De corpo, alma e coração
Sem dizer onde ou a hora
Sem dizer o porquê
Sem medos, sem culpas

Desprezando em mim toda a timidez
Quero apenas dizer eu te amo
E me entregar a este sentimento
Tirando dentro de mim este medo de amar

Sem pensar no mundo lá fora
Mas saibamos o momento certo
Dos nossos corpos se encontrarem
E se encaixarem no mesmo sentido
E apenas nos deixar levar
pelo mesmo sentimento

Nas loucuras de uma eternidade
Que o desejo não sabe definir
Porque o desejo acaba
O amor fica

Não quero te entregar meu corpo
Quero te despir a minha alma
Tirando todas as barreiras
Que possa existir entre nós

Acabando com todas as muralhas
dos meus segredos mais íntimos
que para ninguém
eu fui capaz de revelar

Para você eu me dispo
te mostro além do que vê
em minha face
e me mostro do jeito que eu sou

Como uma criança desprotegida
que precisa muito de você
quero me entregar a este amor
O amor mais sublime dos mortais
A magia deste momento

Que ficará eternamente
Guardado em nossas vidas
Quero te dar o meu sentimento
E tudo que para você
Não sou capaz de esconder

Quero me perder em seus braços
E num ardente desejo
esquecer a minha existência

Quero perder-me em seus caminhos
e num horizonte me encontrar
Quero deixar o amor
Surgir cada dia mais
E cada vez mais lindo entre nós

Até chegar a hora
em que a magia do amor
deixar de nos envolver

Por isso brindamos o momento
que pra sempre nos una
e nos faça os seres
mais felizes e apaixonados
que possa existir
pela face da terra!

(Cristiane Souza Gomes)


Diga pra mim…
o que teu coração sussura em teu peito
talvez eu fale a mesma língua

Diga pra mim…
o que teus lábios não dizem
talvez queremos dizer a mesma palavra

Diga pra mim…
o que ficas pensando horas e horas
talvez a todo momento eu pense o mesmo

Diga pra mim…
Que também sonhas em ser feliz
talvez eu faça o possível para tornar realidade

Diga pra mim…
esta tua vida cheia de histórias
talvez eu me encaixe em uma delas

Diga pra mim…
esta tua incerteza e mania
que com certeza eu e você
daria mais certo
do que foi um dia

Diga pra mim…
desabafe o quanto quiser
jogue este mundo errado fora
que eu estarei aqui
para te trazer um mundo lindo de volta

Diga pra mim…
todas as tuas angústias e tristezas
que procurarei te ajudar
e tudo fazer para te ver sorrir

Diga pra mim…
mesmo que não quiseres dizer nada
que estarei aqui para decifrar o teu silêncio

Diga pra mim…
quando tudo parecer perdido
e não encontrares a solução
que estarei ao teu lado
só para segurar a tua mão

Diga pra mim…
tudo o que teus olhos dizem
porque os meus parecem
querer dizer o mesmo

Diga pra mim
quando a solidão o sufocar
porque neste instante
só eu poderei te consolar

Diga pra mim…
quando apertar a saudade
e quiseres viver um amor de verdade
teremos no mundo toda a chance
de nunca acabar o nosso romance

Diga pra mim…
quando quiseres um beijo
porque estarei aqui
para poder matar o teu desejo

Diga pra mim..
a qualquer hora, para eu não ir embora
e ficar mais um minuto
que ficarei todo o tempo do mundo
pra te ouvir…
pra te amar…
pra te entender…

(Cristiane Souza Gomes)


O vento veio de longe…
De lugares nunca imaginados
Veio do inesperado
Sem que ninguém imaginasse
Na verdade tudo
é tão imprevisível
Que às vezes os fatos
se tornam completamente
diferente do que um dia
pensamos que seria

E neste vento que sopra,
leva tanta gente
traz tantos sonhos
tantas esperanças

Um caminho, uma rota
que não sabemos
para onde irá
E simplesmente toma conta
das vidas humanas

De repente percebi
que neste vento
De algum lugar
me trouxe você

Que nunca imaginaria
em conhecer
Trouxe, sonho, fantasia, alegria
E apenas deixou a saudade

De fatos resumidos
e mesmo que o tempo queira
não consegue apagar

Deixa a saudade
mas não deixa você
Tudo veio tão rápido
E tão rápido o vento leva
tudo embora

Para tão longe
para mundos distantes
mas como eu queria
neste instante
me transfomar em vento

Eu seria a saudade
que entra no seu pensamento
Eu seria o vento
que toca a sua janela

Pra dizer que não te esqueci
E mesmo na distância
Esquero que um dia
O vento de novo te traga

Porque nada mais apaga
As marcas de um sentimento
Que um dia o vento levou…

(Cristiane Souza Gomes)


Não digas nada

Se alguém mergulhar tua imagem
no sonho e na poesia
Não digas nada…

Se fizerem de ti momentos
de um lindo sonho sem fim
Não digas nada…

Se em vez de alegria
te transformarem em pranto e dor
Não digas nada…

Se mesmo na distância
Estiveres aqui em pensamentos
Não digas nada…

Se deixares de existir
e passares a viver na lembrança
Não digas nada…

Diga apenas que em um dia
em momentos da tua vida
Fizeste parte de mim…

(Cristiane Souza Gomes)


Gaveta da Saudade…

No armário da minha vida
Guardei a tua lembrança numa gaveta
Hoje abri, estavas lá…
lá estavas, quietinho
sorrindo o teu sorriso puro
tinhas no olhar
O mesmo desejo de amor e paz

Tua imagem nítida
e teus olhos ternos cheios de luz
senti que não queria te esquecer
então resolvi aprisionar-te
onde só eu abrisse

A fim de quando quisera
Recordar todos os sonhos
que um dia tive
no armário

E assim guardei tua lembrança
numa gaveta
na gaveta da saudade
Hoje abri
e estavas lá…

(Cristiane Souza Gomes)


Nunca diga eu te amo
quando na verdade
não quer dizer

Não escreva palavras bonitas
apenas para impressionar
porque talvez
a pessoa acredite
E não queira ser apenas mais uma
a se decepcionar

Viva de maneira sincera
Não fuja, não minta
Não plante sonhos
Onde não se queira plantar

Não iluda!
Quem já cansou de sonhar
Ao dizer ¨Eu te amo¨
Não seja um leviano

Porque o tempo passa
As conquistas acabam
perdendo a graça
E as pessoas vão
E você fica
não sobrando ninguém

Para poder amar de verdade
Porque a sua realidade
Foi uma grande mentira!!

(Cristiane Souza Gomes)


Hoje acordei para não viver por viver
Pois em mim existe um porquê
Cada dia que passa
Mais e mais eu penso em você

E neste vento vazio
Que vem do acalanto
Até o mais tardio
Do teu amor estou esperando

Então nossa música há de tocar
Num raio, despertar
Pois a melodia sempre há de estar
Nos nossos corações

Estes que não batem por bater
Neste nosso bem querer
Na esperança de te rever
Em cada dia e amanhecer

(Cristiane Souza Gomes)


No silêncio da noite
vem a inspiração
meu coração se liberta
cria asas e voa

Procura em mundos distantes
outra alma
que seja igual a minha
que sonhe comigo
que cante a mesma canção preferida
que chore quando eu estou triste
que sorria ao me ver

Por breves momentos imaginei
ter encontrado em você
tudo o que eu tanto procurava
Abro os olhos, foi sonho apenas

Você é real
Real demais
Para os meus sonhos!

(Cristiane Souza Gomes)


Te amo…
Te amo nos seus gestos
Te amo no seu sorriso
Te amo na sua voz
Te amo no que você é
Te amarei sempre em tudo

No ar que respiramos
No alvorecer da tarde
No crepúsculo
Te amo na chuva que cai
No sol que queima…

E quero para sempre te amar
Te amar nas minhas horas de tristezas
Pois sua lembrança só me traz alegrias
Quero te amar quando a felicidade chegar
Pois seu amor é a minha felicidade

E sou feliz enquanto te amo
Mesmo que o amor se torne um dia extinto
Faço questão de te amar e ser um ser em extinção
Mesmo o mundo me dizendo não
Mesmo que a luz do mundo se acabe e só exista trevas
Com meu amor quero te iluminar

E somente a vontade de Deus
Seria capaz de tirar todo esse amor
Que alimenta a minha própria existência
Este amor que mora dentro de mim
E me dá a certeza de te amar
Por toda a minha vida…

(Cristiane Souza Gomes)


Se tivesse me chamado para ouvir o som do vento
Eu navegaria na canção e ancoraria em seus braços

Se tivesse me buscado para olhas as estrelas
Eu me prenderia nos seus olhos para melhor vê-las

Se tivesse me levado a descobrir mistérios
Eu te diria segredos de amor e exploraria a mais pura essência

Se tivesse me feito uma jura secreta
Eu esconderia na alma e seríamos cúmplices

Se tivesse me convidado a beber licores
Eu adoçaria seus lábios com a minha boca e sentiria o gosto do desejo.

Se tivese falado desse amor que sente
Eu teria destrancado a porta para que entrasse para tomar posse do lugar que te pertence

Se tivesse cantado uma doce canção
Te olhando nos olhos, eu ficaria

Mas nada disseste, saio de cena
Guardo a minha espera como lembrança que farei do teu silêncio, despedida

Meu coração selvagem segue em frente sem pressa a buscar outras fontes para matar a sede que ele tem de vida…

(Cristiane Souza Gomes)


Tenho tentado entender
O que em você me atraiu tanto assim
Talvez este teu rosto bonito
Este sorriso lindo
Ou talvez este olhar enigmático…

Mergulho no infinito
Me desconcerto
Perco o chão
Me sinto insegura

Paro em frente a tela de um computador
E pareço enfeitiçada
Fixando uma imagem
Presa a um mundo virtual
Que eu não consigo mais sair…

E quero permanecer ali
Fixada naquele mundo irreal
Onde tudo parece inatingível
Inclusive você…

Tenho tentado fugir
Mas alguma coisa de paixão
Explode em mim
Como um vendaval
Invadindo meu sonho enclausurado…

Não domino mais meus sentimentos
Quero permanecer ali, teclando com você
Como se o tempo parasse
Como se nada e mais ninguém
Além de nós dois existisse…

Para mim tudo isso
É muito mais que uma fantasia
Deixo me envolver
Penso em você
Cada vez mais e em todo instante

Mordo os meus lábios
E sinto o sabor do seu beijo
Sem ao menos nunca os ter beijado!

(Cristiane Souza Gomes)





CONTINUE NAVEGANDO: