Se tivesse me chamado para ouvir o som do vento
Eu navegaria na canção e ancoraria em seus braços

Se tivesse me buscado para olhas as estrelas
Eu me prenderia nos seus olhos para melhor vê-las

Se tivesse me levado a descobrir mistérios
Eu te diria segredos de amor e exploraria a mais pura essência

Se tivesse me feito uma jura secreta
Eu esconderia na alma e seríamos cúmplices

Se tivesse me convidado a beber licores
Eu adoçaria seus lábios com a minha boca e sentiria o gosto do desejo.

Se tivese falado desse amor que sente
Eu teria destrancado a porta para que entrasse para tomar posse do lugar que te pertence

Se tivesse cantado uma doce canção
Te olhando nos olhos, eu ficaria

Mas nada disseste, saio de cena
Guardo a minha espera como lembrança que farei do teu silêncio, despedida

Meu coração selvagem segue em frente sem pressa a buscar outras fontes para matar a sede que ele tem de vida…

(Cristiane Souza Gomes)





CONTINUE NAVEGANDO: