Natal, luzes iluminando os sonhos
e as esperanças de uma nova vida
que nasce através do salvador
que nasceu para nos livrar dos pecados
que nasceu para nos aliviar a dor

A caridade se faz presente
Vários presentes e gestos de carinho
As famílias se reunem
A vida se renova, presente
No dia a dia das pessoas
e também em seus corações

Talvez nasça um novo amor
Talvez renasça o antigo, rejuveneça
Acreditamos em dias melhores
Enfim é natal, dia de paz ao mundo
e aos homens de boa vontade

Vamos todos dar as mãos
neste dia de alegria
vamos todos ouvir os sons
dos sinos festejando o novo dia
renascino no amor
nesta noite tão feliz

Feliz Natal!!!!

(Cristiane Souza Gomes)


O sol existe…
Mesmo que pareça tão longe
Mesmo que pareça o dia tão escuro
Mesmo que as nuvens o encubram
O sol existe…
Devemos procurar
Mesmo que nos pareça difícil
Mesmo que não consigamos enxergar
Mesmo que as dificuldades tomem
conta das nossas vidas
Mesmo que pareça não haver solução
O sol existe…
E irá brilhar para você um dia
Mesmo que demore um pouco
Mesmo que você feche a janela
e se tranque no seu quarto a chorar
O sol continua a brilhar
e a embelezar a Terra
Não devemos nos preocupar
com as incertezas da vida
Sabemos que existem muitas trovoadas
Mas um dia o sol aparece
Um dia você sorrirá e dirã:
Que lindo dia!
Mesmo que ninguém perceba
Mesmo que você não perceba
O sol brilha para você
A vida está torcendo por você
É só não importar
com as tempestades da vida
ela não vai te derrubar
Se quiser chorar, chore
Se quiser amar, ame
Mas deixe o sol brilhar
acredite no amanhã
sempre existe uma esperança
pra tudo existe um caminho
mesmo que a sua caminhada
seja difícil mais tortuosa
mesmo que tenha muitas pedras
Mesmo que no seu caminho tenha
muitas nuvens negras e tudo esteja
nublado, encoberto
mesmo que você não evja mais o sol
na sua vida
Tenha certeza que ele existe
um dia você o encontrará
e viverá toda a alegria do momento
E dirá para si mesmo
Valeu a pena esperar
O sol existe
A felicidade existe…

(Cristiane Souza Gomes)


Viva, lute, faça!

Viva o hoje sem remorsos de ontem
Sem pensar no amanhã
Não se culpe de nada
Só se arrependa do que não fez

A vida é apenas um segundo
Segundos de hoje seguidos do amanhã
O tão precioso momento que passa
Um passo para a eternidade

Liberte-se das amarras
Do pensamento, do rancor
Porque tudo passa tão rápido
Na verdade nada nos pertence

São apenas fatos que rolaram
pessoas que cruzaram o nosso caminho
Nada mais que isso

E que só restam as lembranças
Guardados na gaveta da mémória
E quando quiser abrir e recordar
Está lá, quando quiser

É tempo de saber quem é você
Só você faz a tua vida
Não seja apenas um expectador
Mas não procure encontrar as respostas
para tudo, às vezes só o tempo
poderá responder por você

Enquanto você estiver aqui ou lá
Encontrará tanta gente
Que deixarão um pouco de si
E levarão algo de você
Um sorriso, uma lembrança
ou momentos de felicidade
guardados para sempre…

Nunca feche os ohos diante do mundo
Nunca tente esconder quem realmente é
Saiba que tudo dura apenas um instante
E neste instante a eternidade

De uma vaga lembrança repentina
De tudo que passou um dia
Da sua história

E no final acredite
Tuda dá certo
Siga em frente, sempre
Sonhe, lute pelos seus ideais
Não passe a vida em vão

Não tenha vergonha de errar, de perder, de tropeçar
Levante, siga o seu caminho sem medo
Deixando apenas pegadas
Para nunca esquecerem de ti

(Cristiane Souza Gomes)


Árvores enfeitam os sonhos
dentro de bolinhas coloridas
um sonho de um mundo melhor
mais humano e mais fraterno

Acredito no espírito natalino
Onde devolve a todos a solidariedade
E seguimos com o exemplo
e a humildade do menino Jesus

Que nasceu numa manjedora
E o seu amor maior
salvou o mundo
e nos trouxe a esperança
para os nossos corações

Esperança de dias melhores
onde a paz irá reinar na Terra
onde todos os povos darão as mãos
e unidos cantarão a mesma canção natalina
de amor e paz a todos os homens
de boa vontade.

FELIZ NATAL!!!

(Cristiane Souza Gomes)


Herói Urbano

Seria apenas um herói
Que ri de si mesmo diante do espelho
E tem medo de sentir medo do escuro
Os heróis saem de revistas, das telas, podem tudo
Até mentir, até fugir
Esse herói de que falo gosta de brincar com os animais
Gosta de correr na chuva e comer pipoca
Ama a lua e os sons suaves
Dorme cedo porque tem que trabalhar no outro dia
Meu herói não tem capa nem fantasia
É basicamente humano
Sente frio, fome, prazer
Meu herói também chora
E tem noites que os seus pensamentos também o incomodam
Mas ele não quer fugir disso
Enfrenta de frente, não perde a esperança
Dias melhores virão, ele sempre diz
Mas às vezes ele chora baixinho, solitário
E não deixa ninguém saber
Ás vezes menino, ás vezes maduro
mas sempre com um sorriso no rosto
Sabe quando calar e o quê falar
e o quê realmente precisamos ouvir
Meu herói tem um olhar puro e bonito
É apenas um herói plebeu, sem bandeira
Um herói anônimo como tantos por aí
Um herói que não sabia que era herói
Porque por mais incrível que pareça
Ele nunca quis ser um herói
mesmo sendo a todo instante
Meu herói não saiu de revista
porque ele é real
mas que virou poesia
por ser simplesmente ele mesmo…

(Cristiane Souza Gomes)


Triste realidade

É principio da noite
Os carros passam velozmente
As pessoas caminham apressadas e indiferentes
Todos estão regressando para suas casas
Todos querem se isolar-se nos seus lares
Todos querem o seu canto para se abrigar
Todos?
Em meio a tantas pessoas
Um homem…
Louco? Quem sabe?
Roupas imundas
Caminha indiferente a tudo
Sem ter aonde ir…
Sorri, sorri de quê?
A vida não foi tão calorosa com ele
Será que até Deus o esqueceu?
Olho-o amargamente
Não parece gente
Queria vê-lo asseado, normal, no seu lugar
com um pouco mais de dignidade
Quem será?
Quanto bem já fez?
Quanto mal sofreu?
Quantas decepções viveu?
As pessoas continuam a passar…
Ele senta no chão e fica em silêncio
E em silêncio continuará…
Porque desistiu da vida?
Porque não luta?
Parece que morreu para ele mesmo…
Morreu para todos
porque ninguém o vê
Só estará vivo enquanto eu o olhar
Depois para mim também morrerá
Porque dele também me esquecerei…

(Cristiane Souza Gomes)


Pare!
Pare por um minuto desta vida agitada
do corre-corre, do tumulto
E apenas olhe em sua volta…

Faça de conta que não existe guerras,
fome, crise e que a paz ainda existe

Pare! Pare tudo!
Olhe o sol como está lindo!
Todos os dias ele aparece para você
e você nem percebe
Será que anda tão ocupado assim?

Escute como canta lindo aquele passarinho
Ouça, preste atenção em sua melodia
É tão diferente destas músicas barulhentas
que você costuma ouvir todo o dia

Pegue uma flor, olhe bem para ela
E veja como parece tão sensível
Mas muito mais forte do que parece
Pois no meio de tanta poluição
ela ainda sobrevive e continua
a embelezar o planeta Terra

Pare! Mas não em nada, apenas no minuto
que está vivendo agora!
Este é o mais importante da sua vida
Onde quer que você esteja

Não pense que a vida é acumular riquezas
É ter conforto, bens materiais
Não viver é muito mais que isso!

Preste atenção no que está fazendo agora
Preste atenção em tudo ao teu redor
Você tem o hoje, o presente que Deus te deu
Agradeça por isso!

Olhe as flores, olhe o sol, o passarinho
E lembre-se que não está sozinho
Dê valor a sua familia, ao seu amor
Eles precisam de você, da sua atenção

Viva o presente e esqueça tudo o que passou
O ontem já lhe fugiu das mãos
O amanhã ainda não chegou
Viva apenas o presente
porque dele depende o seu futuro

Muitos não sabem o que é viver
Mas é simplesmente é usar o amor
como arma e a paz como escudo

E viva! O tempo não pára!
Viva! Nem que seja por um dia
Mas neste dia você verá que teve
mais valor do que todos
os outros dias de sua vida!!!

(Cristiane Souza Gomes)





CONTINUE NAVEGANDO: